StartUps no Peru e no Brasil – Meu Eu Brasileiro

Segundo episódio em português!

[Apresentação do episódio]

Pablo: Olá! Bem-vindo ao segundo episódio do programa! Quero conta-lhes algo… Eu amaria começar um empreendimento no Brasil, eu acho que me ajudaria muito para perfeiçoar o meu português e também poderia morar aí por um tempo, mas pensei que seria difícil encontrar o jeito de fazer isso, não sei como começar exatamente, nem os recursos que precisaria, nem tenho uma ideia clara! Então hoje vou perguntar ao Paulo sobre este assunto, me acompanha? Comecemos!

[Bate-papo]

Pablo: Bom, Paulo poderia nos explicar como fazer para criar um empreendimento que não nos custe um olho da cara, por favor?

Paulo: Oi todo mundo, é um prazer estar aqui novamente e… é um deleite dizer que eu sei o tema de hoje de cor e salteado! Então, não terei nenhum problema em ensinar você sobre isto.

Bom, o primeiro passo para começar um Startup é saber o que você quer oferecer, neste caso, se você gostaria de oferecer um produto ou serviço no Brasil, você precisa de conhecer o mercado brasileiro, os clientes aqui podem ser muito exigentes dependendo do lugar e tipo de clientes que você escolha. Esta etapa pode ser seu calcanhar de Aquiles se não analisa bem seus objetivos.

Pablo: Então, eu não deveria começar às pressas?

Paulo: Não mesmo! Por exemplo, eu li um artigo escrito por Felipe Zmoginski no UOL sobre o êxito que teve uma empresa israelita empreendedora no mercado de automóveis. Esta companhia, em realidade, teve que ter muita paciência. Se você visita Israel algum dia, encontrará, de lado a lado, carros importados! Eles utilizaram mais a cabeça e criaram ideias inovativas para, em lugar de competir diretamente com os gigantes do capitalismo global, ofereceram-lhes as tecnologias necessárias para que eles produzam os automóveis. E, sobretudo, esperaram 17 anos para vendê-la! Você acredita?

Pablo: Jura? Se a paciência funcionou para fazer um negócio da China em Israel então é uma boa dica.

Paulo: Haha com certeza… Logo de determinar o mercado, nos temos que ter uma ideia clara o produto ou serviço a oferecer. Depois, um passo importantíssimo é realizar um estúdio financeiro, tendo em conta os recursos que precisamos para começar com a execução do plano e o financiamento também requerido. Para isto, o Brasil é um ótimo lugar para encontrar muitos investidores, até diria que é um dos melhores países de América Latina para fazer os melhores negócios se de investimentos se tratasse.

Pablo: Isso é excelente!  Não vou me preocupar mais por isso! Mas, como faço para conseguir investidores que ponham a mão no fogo por mim e pela minha empresa, e eu também possa confiar cegamente neles?

Paulo: Eu não aconselharia que você confie cegamente em alguém no mundo dos negócios, mas tem que existir uma comunicação efetiva e constante entre você e o investidor. O investidor, obviamente, vai exigir provas de que seu dinheiro não está sendo gasto em vão, para isso você terá que demonstrar que o investimento está sendo bem usado, pode fazer isso mediante as famosas “demonstrações financeiras” das receitas, das despesas, dos fundos e demais dados necessários. Se você cumpre com isso, esteja seguro que o investidor vai se tornar mais confiável e investirá em mais projetos que você realize.

Pablo: Hm, interessante… E como são as normas brasileiras para o setor comercial, tem mudado ou são as mesmas de sempre?

Paulo: Tem mudado sim, agora, por exemplo, um investidor não precisa ser um sócio da empresa, isso facilita muitos procedimentos administrativos e legais tanto para o empreendedor quanto ao investidor, e também pode-se evitar problemas societários.

Pablo: Acho que é por isso é que há mais investidores agora, né?

Paulo: Acredito que sim, há mais liberdade para inverter nestes tempos. Mas o grande problema de começar ou fechar uma companhia ainda segue igual, ambos são processos difíceis, que requerem muitos documentos, e embora é uma perda de tempo por culpa da burocracia.

Pablo: É igual ou incluso pior no Perú então isso para mim não é noticioso. Você acha que os contatos são essenciais para uma Startup?

Paulo: Totalmente! Você deve ser o arroz de festa dos negócios! Para isso pode participar em eventos especiais para empreendedores, nos quais você pode mostrar ao mundo seu projeto, estou seguro de que aí conhecerá muitos outros empreendedores que poderiam se associar com você, ou investidores que ajudem com o financiamento para seu negócio.

Pablo: Eu acho que já tenho a motivação e algumas ideias para uma Startup no Brasil. Só faltaria conhecer mais sobre o processo legal.

Paulo: Precisamente eu queria falar sobre esse tema, no Brasil tristemente não se incentiva nem informa às pessoas como começar um empreendimento, o governo não brinda a ajuda requerida e isso é um assunto a considerar quando se analisa os prós e os contras deste processo.

Pablo: Ok, você está certo. Para finalizar com o episódio de hoje, gostaria de nos resumir os passos para iniciar uma Startup?

Paulo: Claro que sim! Bom, um empreendedor tem que considerar três coisas. Primeiro, o problema ou necessidade que quer resolver; segundo, como vai resolver esse problema; e, finalmente, como vai gerar o dinheiro. Se você tem as respostas adequadas para essas três perguntas, parabéns! Já conclui o primeiro passo para criar um negócio exitoso, agora bola para frente e não se distraia!

Pablo: Ótimo! Obrigado pelas dicas e a orientação neste mundo novo para mim, as vezes a gente está somente focada em estudar e estudar que esquece sobre a importância do empreendimento e inovação. Foi um prazer contar com você novamente e até cara!

Paulo: Até mais, cuida-te! Pablo: Bom, gente, obrigado por escutar este episódio até o final, e não esqueça recomendar aos seus colegas este programa para assim melhorar a nossa rede de contatos e poder empreender no Brasil. Até o próximo episódio!

Responder

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión /  Cambiar )

Google photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google. Cerrar sesión /  Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión /  Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión /  Cambiar )

Conectando a %s